WHATEVER

Archive for setembro 2008

– É divertido participar de sites de relacionamento postando em português e deixando os gringos bolados porque entendo inglês e eles não sabem nadica de nada de português 😉

– Qual o problema de querer se divertir com um cara “cafajeste”? Também sei ser cafajeste, infame, e ainda posto no Blip “Girls Just Wanna have Fun”. \o/

– Escutem agora correndo já os novos albuns do Beck (totalmente de volta a antiga forma) e do Bloc Party (pra poder esquecer a chatisse do segundo disco).

– Falando em Bloc Party em novembro eles vão estar no Circo Voador!

– Só eu mesma pra ver um documentário sobre Liverpool, porque é sobre Liverpool 😉

– Não eu não vi o Emmy. Não, não to interessada em saber quem ganhou o que no Emmy, obrigada.

– Vamos combinar que o Johnny Lee Miller é o Sick Boy de Trainspotting, nada de Eli Stone! hmpf!

– A partir de hoje estou [FESTIVAL DO RIO MODE: ON]. Ou seja, respiro, almoço, durmo e só falo sobre cinema. (sim, também conhecido como pain in the ass mode: on, hihihihi).

– E falta menos de um mês para ir pra Sampa ver meus amigos queridos do coração 😀

– E um poquinho mais pro TIM Festival. MGMT e Klaxons rules!

– Falando em TIM, viram que vai passar o filme da Madonna (essa mesmo), “Sujos e Sábios” com o Gogol Bordello no Festival do Rio? No mínimo bizarro e sim, eu vou ver…

– E falando sobre Festival e bizarro também vou ver um filme de ficção científica mexicano (Sleep Dealer) e um filme gay da Islândia (Raquela, Uma Cinderela com Algo a Mais).

– Acho que era isso, tô com muito sono e a partir de sexta isso será luxo em minha vida, então: VOU DORMIR! beijoesómeligaemnovembro

Anúncios

Já tá no ar minha crítica sobre o MAMMA MIA! que estreía amanhã 😉

LEIAM E COMENTEM!

 Acabei de ver Mamma Mia!, sim é melhor do que você pensa.

Pra quem gosta de ABBA é um deleite, para quem gosta de musicais é uma diversão total e pra quem gosta da Meryl Streep vai ficar mais encantado ainda com ela.

Não é um filme para pessoas ranzizas, porque é fofo em demasia, alegre a beça e muito, muito, muito colorido e exagerado!

Voltando a Meryl Streep, é inacreditável vê-la tão solta dançando e cantando Mamma Mia!, pulando ao som de Dancing Queen (um dos melhores momentos do filme) e nos deixando com um nó na garganta ao cantar The Winner Takes it All.

Ainda tô totalmente absorvida pelo filme, sem muito saber dizer o que mais gostei… AH! do Colin Firth é claro! e do Pierce Brosnan é claro, que também cantam e dançam no filme.

No fim do filme você não sabe se sai dançando e pulando pela rua cantando Chiquitita, se compra uma passagem pra Grécia pra visitar a ilha do filme ou se vai pra NY, ver o musical na Broadway.

Uma homenagem fofa a uma das maiores bandas de música pop dos anos 80. No fim realmente só nos resta agradecê-los pelas músicas.

P.S.: Você sabe que a idade está chegando quando se empolga muito mais com os personagens que fazem os pais da personagem principal, do que com o mocinho…

 Aí abro minha caixa de e-mail e está lá essa foto com toooooooodas as cores novas do iPod Nano. Ok, e aí? Como fas? Escolhe um de cada cor para combinar com o humor do dia? Porque achei todos lindinhos, ai, ai…

Agora se for pra ganhar, a coisa muda de figura e aceito qualquer cor, apenas prefiro o de 16GB, onde cabem todas minhas musiquinhas do iTunes 😉

Agora o Rodrigo resolveu me convidar direitinho para um meme, esse um tanto quanto fúnebre, mas me convidou. Ainda não sei se isso é bom ou ruim, tipo ele quer me ver morta sei lá… (hehehe), mas vamos lá!

Eu já sei que não vou morrer, assim que nem o Keith Richards, já que não envelheço, não morro. (Não, não sou Dorian Grey, nem fui mordida por um vampiro). Não uso drogas pesadas e nem troco meu sangue uma vez ao mês, mas mesmo assim acredito que se um dia for daqui pra melhor, ainda vai demorar muiiiiiiiiiiiiito.

Então, quando esse dia chegar, vai ser num futuro muito longínquo, onde todos meus amigos estarão juntos porque seus cerébros terão sido conservados e colocados em andróides,  que vão estar no modo música e deles sairá Pet Sematary, dos Ramones.

Porque eu não quero voltar depois de morta, nem por causa de uma doença bizarra que transforma os mortos em zumbis comedores de miolos. Nem por ter sido enterrada num antigo cemitério indígena, que me faz voltar mais mau que um pica-pau. E nem por causa de sarampo modificado genéticamente que me faz virar zumbi num mundo que só sobrou o Will Smith, a sobrinha da Sônia Braga e o pior ator mirim do mundo. Caso esqueçam, a letra já avisa:

I don’t want to be buried in a Pet Sematary,
I don’t want to live my life again”

Se mesmo assim eu voltar, façam como ela ensinou: Atirem na minha cabeça e me queimem!

Mas isso não vai acontecer, porque vou congelar meu cerébro, pra também virar um andróide, o que leva a segunda parte do meu funeral. Quando um cientista maluco, que será o Stephen King himself, colocar meu cerébro num androide que vai despertar que nem o Darth Vader, com respiração ofegante e tudo. Daí vou olhar para todos os meus amiguinhos andróides e de mim sairá a música:

“I used to be on an endless run
Believe in miracles ‘cause I’m one
I have been blessed with the power to survive
After all these years I’m still alive
I’m out here kickin’ with the band
I am no longer a solitary man
Every day my time runs out
Lived like a fool, that’s what I was about, oh

I believe in miracles
I believe in a better world for me and you
Oh, I believe in miracles
I believe in a better world for me and you…”

Como eu disse, não uso drogas pesadas… não preciso.

 

Agora preciso saber que música embalaria o funeral da Beijomeliga e da Thaís. Ah! E de quem mais quiser contar 😉

Semana passada recomeçaram as temporadas das séries queridas dos nossos corações. Gossip Girl voltou na segunda, com um episódio quente, estreou 90120 na terça e Bones também voltou pra sua quarta temporada.

Hoje estréia True Blood, mais uma série de vampiro, essa com a Anna Paquin no elenco. Torço muito para que True Blood emplaque, porque Moonlight era legalzinha mas não me conquistou e nem quero falar sobre Blood Ties. Nós, órfãos da Buffy, sentimos muita falta de uma série legal sobre vampiros. Pelo menos True Blood é do Allan Ball (Six feet Under).

Terça estréia Fringe do J.J. Abrams com o Joshua Jackson, além da volta de House! \o/

Na outra semana, no dia 22 de setembro, volta Heroes, que agora conta a versão dos vilões, e também The Big Bang Theory. Na quinta, dia 25 de setembro, voltam The Office, que teve a melhor temporada de todas e tô super anisiosa por essa. E volta Grey’s Anatomy, que achei a última temporada xôxa, mas parece que a nova vai ser bem interessante.

No dia 28 volta o serial killer mais querido de todos os tempos, Dexter! \o/ No dia seguinte, 29 de setembro, volta Chuck e Pushing Daisies volta no dia 1º de outubro.

Agora, a notícia triste é que Lost só volta em janeiro do ano que vem e Medium nem data certa ainda.

É isso, anotaram? 😉

Update em homenagem a Beijomeliga: Californication volta dia 28 de setembro, junto com Dexter \o/