WHATEVER

Archive for janeiro 2007

Senoção . [De sem + lat. vulg. *noção.] S. f. 1. Sub. Aquele que não tem noção do que diz ou faz. 2. Pessoa que pensa que está agradando, mas no fundo ninguém a suporta. Aquele que se acha. ( ex.: ex-namorados, rapazes inoportunos do ICQ, namorados inconvenientes de amigas, etc.). 2. Adj. Ser senoção: Não perceber que não está agradando. 3. V. mala. 4. V. pentelho.

*este post foi publicado pela primeira vez aqui.

Porque depois de chegar em casa as 5 da manhã, acordar as 10, comprar a Liberdade inteira de besteira e tomar choppinho com os novos amigos queridos… Lembro só o necessário pra escrever esse post. Se bem que se comermos tooooodo o açucar que compramos hoje a tarde já dá pra ir pro Rio a pé, agora e em 40 minutos.

Bom, até eu finalmente escrever um post descente sobre a viagem do fim de semana, dêem um olhada aqui, vale a pena.

Precisava dividir com vocês:

Sol e Lua nas casas 9 e 1 estão em harmonia, nesta próxima fase que vai de 26/01 a 28/01. Você estará vivendo um momento excepcionalmente favorável para fazer contato com pessoas que estão distantes, ou mesmo viajar. Caso não lhe seja possível viajar, procure aproveitar a qualidade de movimento deste pequeno ciclo para fazer coisas diferentes: para que ir sempre aos mesmos lugares, quando existem tantos outros locais para você conhecer? Este é o momento de quebrar a rotina, Raphaela.

😉 Fui!

Então, tudo certo, malas prontas, lá vou para São Paulo encontrar Monicake e conhecer a Blogagi. (hmmm, não deveria ter contado, vai que me prendem por formação de quadrilha?)

Até segunda!
E na volta por favor me lembrem:
De falar da peça da Marília Pêra
De comentar os indicados ao Oscar
e de falar de um filme muito bom que eu vi.

Ok?!

Bom fim de semana 😀

Pior que mulher mal comida é homem mal comido!
ou melhor:
Mal alimentado…

Apesar de ser muito menininha, raramente uso vestido. E ontem foi um desses raros dias.
Daí a noite fui sair com minhas amigas queridas e já sou recebida pela Ale que me diz:

– Quase vim com o mesmo vestido que você!

Mas como quando brinco com a sorte Murphy resolve brincar comigo, eis que chegam Duda e Beta e CLARO, a Beta estava com o mesmo vestido que eu… ¬¬

Que vocês podem ver pela foto não é muito comum, mas é lindo!

Enfim, isso só serviu pra provar que somos mesmo meninas de muito bom gosto 😉

Durante os primeiros 4 anos de minha vida fui torturada todos os dias pela minha babá.
Como eu tinha bronquite, todos os dias de manhã antes de eu tomar café, ela enfiava uma colher de SOPA de mel pela minha goela abaixo. (urgh, só de lembrar fico arrepiada)
Enfim a bronquite se curou milagrosamente e sem mel, entre meus 11 e 12 anos e nunca mais voltou. Mas o trauma do mel, esse não tem cura…

Tendo tudo isso em mente, hoje pela manhã senti que fui sacaneada pela minha mãe.
Acordei com a garganta esquisita e sem voz, daí minha mãe veio alegrinha me falar que tinha uma pastilha ótima na bolsa e que ia pegar pra mim.
Do que era a pastilha?
limão e….. mel! ¬¬

Continuo sem voz e com a garganta esquisita.
De repente fico mais introspectiva e me torno uma pessoa zen…


Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

Junte-se a 4 outros seguidores

Tuitando:

Flickr Photos

Blog Stats

  • 16,740 hits